Início » Renato Russo

Review – Show Dado Villa Lobos – turnê gaúcha Jardim de Cactus


[12 Oct 2008 | 1 comentário | Cler Oliveira]

Photobucket

Por mais fã que se seja da Legião Urbana é praticamente impossível prever o que irá se encontrar no show de Dado Villa Lobos. Quem conhece um pouco do seu trablho sabe que ele tinha diversas opções para conduzir o show: 1. apresentar apenas músicas do seu Jardim de Cactus, álbum lançado em 2006 e uma ou duas músicas da Legião. 2. Fazer seu show todo baseado nos sucessos da Legião e tocar uma ou duas músicas do Jardim de Cactus ou 3. Fazer o inesperado. Dado escolheu a última alternativa e brindou a todos com um belíssimo show no dia 9 em Novo Hamburgo, um dos sete da turnê gaúcha.

Show Dado Villa Lobos - Novo Hamburgo

Ao entrar no palco o guitarrista foi tão discreto quanto um bancário. Não ostentava roupas especiais nem exagerava no gestual. Abriu com Jardim de Cactus e aos poucos foi crescendo em palco até tomar conta dele por completo. Mas ele sabe que uma significativa parte da platéia veio assistir o “cara da Legião”. Não demora muito para que ele atenda, á altura, o pedido silencioso com Perfeição.

Dado mistura repertório próprio, seu trabalho para cinema, suas composições que ganharam as paradas de sucesso na voz da Paula Toller e Dinho Ouro Preto, além, lógico, de muita Legião Urbana para delírio dos que seguem essa religião. Já no segundo acorde dos três que caracterizam as músicas da Legião se percebe que a platéia reconhece e retribui devotamente. A montanha mágica, Um dia perfeito, Que país é esse? Conexão Amazônica, Índios e Baader Meinhof Blues são tocadas com um desprendimento que horas parece um ensaio. Para tocar Será? Dado convidou uma banda de rock local que conseguiu impressionar o mestre:”Sensacional. Eles são um fio desencapado”.

Os músicos que subiram a palco com ele são, certamente, da melhor safra de músicos de shows. Um espetáculo à parte. Assim como Renato, Dado é um contador de histórias. Dá discurso e ainda se impressiona como músicas escritas há mais de 25 anos ainda retratam o momento atual desse país. Para o deleite de todos, Dado, além de Renato, invocou de Kurt Cobain a Lou Reed. Ótmo show. Recomendo.

Nota 10:

  • O repertório – mesclado. É quase uma biografia musical de Dado que faz com que ele se divirta tocando enquanto nos divertimos ouvindo.
  • A iluminação – Linda, envolvente. intimista, mas que detona o rock n’ roll quando solicitado
  • A simpatia de Dado – A platéia se torna cúmplice de seu espetáculo e mesmo diante da relação fã-ídolo, Dado se mostra solícito e bastante sincero diante da demonstração de carinho.

The Darma Lovers - Novo Hamburgo

  • O show de abertura – Os The Darma Lóvers são fabulosos. Nunca havia ido a um show deles e me impressionei com a qualidade da apresentação, a presença de palco e o espetáculo de talento proporcionado por eles. Ótima escolha.

Nota 0

O baixo público. O evento contou com uma mídia agressiva e, mesmo assim, o público hamburguense decepcionou. Talvez pelo dia da semana e o horário (quinta-feira, 19h30min), talvez pelo preço do ingresso (R$ 60 e R$ 100 na hora) ou talvez por algum outro motivo que desconhecemos.

Dado é um cara bacana, solícito. O que acabou contrastando todo o profissionalismo de Dado foi a falta de tato do produtor que o acompanhava que, mesmo diante de uma emissora de Radio que esperou pacientemente o show todo e precisava levar uma palavrinha do cara para o programa do dia seguinte, disse: “ele não vai dar nenhuma entrevista”. Foi explicado que, até pela dinâmica do programa, a sonora não passaria de dois minutos. Mas o cara pediu para que eu e a Rádio agendássemos no hotel para dois dias depois. A rádio desistiu – obviamente. Eu agendei. No dia e horário marcados, fui até o hotel, abaixo de chuva. E não havia nem sinal de Dado no hotel já que todos sairam mais cedo para o show. Avisar seria o mínimo a se fazer. Lamentável…

 

Nos 25 anos de “Eduardo e Mônica”, Vivo cria videoclipe que conta a história do casal
Essa eu curti: A O2 Filmes, mesma produtora de Cidade de Deus, sob a direção de Nando Olival, é a responsávela pelo curta metragem que conta - de forma literal ...
Leia mais
Renato Russo e a Legião… Futebol Clube
"...E mesmo sem te ver Acho até que estou indo bem..." E já se passaram 12 anos desde que Renato Russo, o maior ícone do movimento Rock Brasil, foi para a imortalidade. ...
Leia mais
Notas: Maça de Pedra, Dado com exclusividade e novo site na área
Olha a Minha Banda no Caldeirão do Huck - Maça de Pedra Faz um tempo que recebi um e-mail da minha amiga Caren, vocalista master da Maça de Pedra dizendo que ...
Leia mais
Dado Villa-Lobos – O embaixador da Legião Urbana
Goste você ou não, é inegável que a Legião Urbana é uma das maiores bandas nacionais de todos os tempos. Se não for a maior. Mesmo a morte de seu ...
Leia mais
Zeca Camargo Entrevista Renato Russo (1993)
Há algum tempo eu não dedicava um espaço na minha vida para ler um bom livro. Não falo daqueles que o professor te obriga a ler para uma prova, mas ...
Leia mais
Cedo demais: 15 anos sem Renato Russo
Nao lembro quando ouvi Legião Urbana pela primeira vez, deveria ter uns dez anos, lá por 1985, 1986... mas lembro da última. Ontem. E é incrível como músicas feitas há ...
Leia mais
Dado Villa Lobos e Marcelo Bonfá juntos na homenagem aos 50 anos de Renato Russo
“A Legião está ai... como diria Renato, a Legião são vocês, é o publico, são as pessoas, a gente está aqui só passando as coisas adiante” (Dado Villa Lobos) Na madrugada ...
Leia mais
Lembra que o plano era ficarmos bem… Os 50 anos do maior poeta do Rock Brasil: Renato Russo
"Eu sou o Renato Russo. Eu escrevo as letras, eu canto. Nasci no dia 27 de março, eu tenho 26 anos. Sou Áries e ascendente em Peixes. Eu trabalhava com ...
Leia mais
E chegou a vez do Som Brasil homenagear o Trovador Solitário, Renato Russo
Renato Russo já foi homenageado de diversas formas diferentes e, como eu costumo dizer, a fonte não seca. Desta vez, é o  Som Brasil que reencontra a carreira de um ...
Leia mais
Julho é um dos melhores meses do ano para os roqueiros verdadeiramente roots. Isso porque, pipocam eventos e toda sorte de maneiras que homenageia o Dia Mundial do Rock.  Os ...
Leia mais
Nos 25 anos de “Eduardo e Mônica”, Vivo
Renato Russo e a Legião… Futebol Clube
Notas: Maça de Pedra, Dado com exclusividade e
Dado Villa-Lobos – O embaixador da Legião Urbana
Rewind: Zeca Camargo entrevista Renato Russo
Cedo demais: 15 anos sem Renato Russo
Dado Villa Lobos e Marcelo Bonfá juntos na
Lembra que o plano era ficarmos bem… Os
E chegou a vez do Som Brasil homenagear
RockWalk Brasil: É a Calçada da Fama do

Related Posts with Thumbnails

Share on Tumblr

Cler Oliveira

Cler Oliveira, jornalista, gaúcha, apaixonada por música, sobretudo U2, Bon Jovi e Coldplay. Estudiosa constante de Kurt Cobain. Curte pop rock internacional dos anos 80, 90 e tudo o que agrade os ouvidos depois dos anos 2000. Também redatora no www.mudarock.com.br.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookGoogle PlusYouTube

- web5 - ww8