Início » Trilhas Sonoras

She’s like the wind e a luta de Patrick Swayze contra o câncer


[9 Jan 2009 | 2 comentários | Cler Oliveira]

patrick Swayze - She's like the wind

Logo nos primeiros dias de janeiro, inexplicavelmente comecei a ouvir, em vários lugares diferentes e, à exaustão, a música She’s like the wind – clássico dos anos 80. Cheguei até a pensar que Patrick Swayze [bb]havia perdido a batalha contra o câncer de pâncreas que está matando-o aos poucos. Confesso que fiquei triste com essa possibilidade. Mas ele continua… Patrick Swayze nunca foi um grande ator, na minha humilde, solitária e dispensável opinião. Fez grandes filmes[bb]– clássicos, inclusive – mas sempre pertenceu ao segundo escalão hollywoodiano. Mesmo assim queria que ele tivesse uma vida longa e, ao que tudo indica, isso não vai acontecer.

A entrevista dada à apresentadora Bárbara Walters mostra um Swayze atemorizado (“Há muito medo aqui… É, estou assustado. É, estou irritado. É, fico… Por que eu?”), batalhador (“Quando você está gravando, não pode usar medicamentos. Não posso usar Hydrocodona ou Vicodin, ou esse tipo de coisa que bloqueia (a dor), porque bloqueia o cérebro”) e confiante (“Continuo sonhando com um futuro, um futuro com uma vida longa e sadia, não vivida à sombra do câncer, mas à luz”). Ao final disso tudo, uma das mais comoventes que já li.

Sinceramente? Espero sua recuperação. Mesmo que ela não exista. Swayze carrega tanta força dentro de si que merece, só por isso, viver, livre de qualquer mal.

Mas voltando a She’s like the wind… todo mundo sabe que integra a trilha sonora de um dos filmes mais bacanas dos anos 80: Dirty Dancin’, mas poucos sabem que a canção não foi composta para ele. Em 1984, o próprio Swayze e o amigo Stacy Widelitz, escreveram a música para a trilha do filme Grandview U.S.A. mas acabou ficando de fora.

Como nao tá morto quem peleia, dois anos depois os caras apresentaram a música para os “quem-manda” do filme Dirty Dancin’ e naõ deu outra: rendeu uma faixa na trilha sonora. Em 1987 Patrick Swayze, além de fazer parte do álbum do filme, lança um Single Vinil, contendo apenas duas músicas. E uma delas, She’s like the wind…

20 anos depois…

Uma menina que atende pela singela alcunha de Lumidee regravou a canção em ritmo de hip-hop mtvínico, com todos os ah-ah que tem direito. Sou suspeita pra falar porque não gosto nada do estilo, mas sou a primeira a admitir que, considerando a época, foi uma jogada de mestre.

Falando nisso…

Eu diria que cinco anos seriam algo bem desejável. Dois anos parecem prováveis se você acredita nas estatísticas. Eu quero durar até que se descubra uma cura.”

(Patrick Swayze sobre o tempo que ainda lhe resta no programa de Bárbara Walters)

Algo nada a ver com música, mas que, de certa forma, alivia o coração de muita gente. Nasceu na Inglaterra o primeiro bebê que não carrega o gene cancerígeno. Independente das discussões éticas, sociais e cristãs, possíveis nesse caso, a boa notícia é que se isolar esse gene já é possivel, enquanto dormimos, alguém pode estar encontrando a cura – definitiva – para o câncer em algum ponto deste planeta. E isso é rock n’ roll. Certamente.

 

Eric Rosenberg e a arte de tornar famosos meros personagens do cinema
Alguém vai dizer: mas este post pouco tem a ver ou nada tem a ver com este blog. Bom, em minha defesa, digo que tudo começou quando eu percebi que ...
Leia mais
Ah, que pena… Sem Rob Pattinson na trilha de Lua Nova
Esse "que pena" do título não tem nada de irônico. Eu realmente lamento que Rob Pattinson, o ator-galã que interpreta o vampiro Edward Cullen na saga de Twilight não queira ...
Leia mais
Uma canção para Heath Ledger
HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH!! AHAHAHAHAHAHAH!!!!!! Parecia final de campeonato. Via Twitter, os geeks que estavam sintonizados na 81ª Edição do Oscar, comemoraram, a sua maneira, a emocionante vitória de Heath Ledger que entrou para ...
Leia mais
Hasta la pista, Baby! Remix de Christian Bale p&¨% da vida é o mais novo viral da internet
Opsss... he did it again! O filme que dá continuação à saga do Exterminador do Futuro, Terminator Salvation, nem estreou ainda e já ganhou um empurrãozinho básico na sua divulgação. Tudo ...
Leia mais
O curioso carisma de Benjamin Button e algumas canções que não envelhecem
"É uma fábula, mas depois de um tempo você esquece tudo. Você pensa que é uma história real, você está seguindo personagens reais. Você acha que é uma história verdadeira". (Alexandre ...
Leia mais
“E O Palhaço o que é?” Um dos melhores filmes do ano!
Não sou crítica de cinema. Nem de música. Embora seja jornalista, aqui no blog escrevo informações sob a ótica das minhas percepções sobre música – o que é bem diferente ...
Leia mais
Assista a “Scenes From The Suburbs”,  curta metragem do Arcade Fire
Muito mais do que música, as bandas da chamada nova geração querem trabalhos mais conceituais. Uma prova disso é a parceria do Arcade Fire com o diretor Spike Jonze (Onde vivem os ...
Leia mais
Momento American Idol da semana: Candice Accola solta a voz em The Vampire Diaries
  Imagem: The Vampire Diaries Brasil [com spoiler bonitinho] Sou fã assumida da série The Vampire Diaries. Se na primeira temporada o roteiro era enrolado e irmão gêmeo de Twilight, a segunda ...
Leia mais
Robert Pattinson diz estar louquinho para interpretar Jeff Buckley no cinema
Pattinson quer ser Buckley Não sou uma Robertipete, se é que isso existe. Em sua defesa, apenas acho que colocaram o coitado em um mato sem cachorro ao estigmatizá-lo como Edward ...
Leia mais
Save Ferris: Os 25 anos de Curtindo a Vida Adoidado
2011 começando e várias datas importantes para ser lembrada ao longo do ano. O dia 11 de junho por exemplo, para aqueles que viveram intensamente a cultura pop dos anos ...
Leia mais
Eric Rosenberg e a arte de tornar famosos
Ah, que pena… Sem Rob Pattinson na trilha
Uma canção para Heath Ledger
Hasta la pista, Baby! Remix de Christian Bale
O curioso carisma de Benjamin Button e algumas
“E O Palhaço o que é?” Um dos
Assista a “Scenes From The Suburbs”, curta
Momento American Idol da semana: Candice Accola solta
Robert Pattinson diz estar louquinho para interpretar Jeff
Save Ferris: Os 25 anos de Curtindo a

Related Posts with Thumbnails

Share on Tumblr

Cler Oliveira

Cler Oliveira, jornalista, gaúcha, apaixonada por música, sobretudo U2, Bon Jovi e Coldplay. Estudiosa constante de Kurt Cobain. Curte pop rock internacional dos anos 80, 90 e tudo o que agrade os ouvidos depois dos anos 2000. Também redatora no www.mudarock.com.br.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookGoogle PlusYouTube

  • Pingback: E o câncer levou... Artistas vitimados pela doença | Hit Na Rede

  • Carol

    Também torço pela recuperação do Patrick Swayze… E não gostei nada da nova versão de Shes like the wind, muito menos do clipe… Independente dos méritos da música original, é uma música de amor. E de amor, o clipe da nova versão não tem nada.

    Assim como todos os clipes de hip hop americano, só mostra e valoriza roupas caras, correntes com medalhão de ouro (com direito a plano detalhe e tudo, como se isso fosse algum tipo de condecoração indígena), carrões e mulheres gostosonas que, descaradamente, só estão interessadas nisso. Aliás, é isso mesmo que a maioria das letras fala, orgulhosamente.

    Enfim, se o hip hop americano nasceu como uma forma de protesto, agora nada mais é do que uma forma de celebrar a ostentação e a futilidade.

    Responda este comentário

- web5 - ww8