Início » Top 5

Top 5: Letras que alguém escreveu chorando para que você cantasse sorrindo


[12 Jan 2010 | 31 comentários | Cler Oliveira]

Muita gente quando ouve uma canção nem se dá conta do que ela diz. Para muitos o que vale é o rítmo da batida. Se for boa, vira trilha de baladas e de momentos nos quais você quer é remexer muito. Assim como nem todas as músicas lentas falam de amor, nem todas as músicas dançantes e pra cima tratam de temas alegres. E não foi dificil escolher as cinco músicas alegres com as letras mais deprimentes do mundo pop. Te ajoelha e começa a chorar:

Jump, they say – David Bowie

Uma das minhas músicas favoritas do Camaleão. Apesar de a batida ser chacoalhante e o clipe não ser melancólico, essa música é um desabafo de Bowie sobre o suicídio do seu meio-irmão, Terry, que se matou em 16 de janeiro de 1985. Desespero e pressão podem ser sentidos na letra angustiante e mais ainda no vídeo dirigido por um dos mestres do videoclipe, Mark Romanek.

Eles dizem ‘Hey, isso é realmente alguma coisa”
Eles sente que ele deve dar um tempo
Eu digo que ele deveria se cuidar
Meu amigo, não escute a multidão
Eles dizem “PULE

 

Jump – Van Halen

Outra música que trata do tema suicídio. Enquanto todos acham que é uma convocaçao para tirar o pé do chão, a letra foi inspirada por uma notícia que David Lee Roth viu na televisão de um homem prestes a pular de um prédio. Ao contrário da música de Bowie, Jump  é um incentivo para que o cara tomasse coragem e JUMP!

O clipe acima foi dirigido pelo próprio David Lee Roth. JUMP!

Eu me levanto, e nada me faz cair
Tá difícil pro teu lado
Já vivi o mais difícil possível
E eu sei, baby, como você se sente
Você tem que girar
Com os socos para conseguir o que é real

 

Chorando se foi – Kaoma

O grupo Kaoma é o percurssor da Lambada no Brasil. Trouxeram o rtimo quente no final dos anos 80 e, desde então, nada mais foi o mesmo. Não havia ser humano que não tivesse ensaiado uns passinhos ao som de Chorando se foi, uma música que se tornou em hit mundial tão logo parou nas rádios naquele ano. A curiosidade é que essa música é uma versão (não-autorizada) da canção boliviana  “Llorando Se Fue”, o que rendeu um processo com um sucesso ainda maior do que hit para quem reclamou na justiça.

E era uma festa! Agora, tô pra ver música com etra mais triste…  notem que, a exceção de um cara que tá com cara de poucos amigos no vídeo e da vocalista do grupo, o restante canta o lamento sorrindo como se estivessem ganho na Megasena da virada.

 

Chorando estará
Ao lembrar de um amor
Que um dia
Não soube cuidar…

A recordação
Vai estar com ele
Aonde for…

Enola Gay

Essa é uma charada difícil de ser decifrada. Mesmo quem não fugiu da escola e foi a todas as aulas de História, dificilmente vai se dar conta de que, diferentemente do que parece ser, o título da música se refere ao avião que jogou a bomba sobre Hiroshima em 1945. Pois, em 1980 o grupo OMD, sensação dance da época, lança a música falando de todo o terror que o o avião Enola Gay causou. Se prestar atenção na dancinha a la Ricky Astley do vocalista do OMD, pode ver que o protesto vale o show. Eu dancei muito isso quando era pequena…

Enola Gay, Você deveria ter ficado em casa ontem
Ah-ha Palavras não podem descrever o sentimento e o
jeito como você mentiu

Esses seus jogos irão terminar em lágrimas não mais que alguns dias
Ah-ha Enola Gay não deveria terminar desse modo

Tem oito, quinze anos que tem sido sempre assim
Recebemos sua mensagem pelo radio,
Tudo normal e você voltando pra casa

Enola Gay, é a mãe orgulhosa de um pequeno menino* hoje
Ah-ha este beijo que você dá, nunca vai desaparecer

*Little boy era como o avião a bomba era chamada.

Living on my own – Freddy Mercury

Essa é, das listadas aqui, a letra mais depressiva de todas porém é a que tem o rítmo e o vídeo mais animado. A música foi lançada em 1985 pelo líder do Queen e o vídeo contém cenas da festa do 39º aniversário de Mercury, uma celebração de cor e luxo. Juntando o vídeo com o áudio, o que poderia parecer estranho, na realidade, é um divertido foda-se bem grande para o mundo com um beijo do Freddy Mercury.

Às vezes eu sinto que eu vou ceder e chorar(tão solitário)
Nenhum lugar para ir, nada para fazer com meu tempo
Eu fico solitário, tão solitário que vivo na minha

Dee do de de dee do de de
Eu não tenho tempo para enrolação
Dee do de de dee do de de
Eu fico tão solitário, solitário, solitário, solitário yeay (…)

 

 

 

 

 

Simples distrações que revelam talentos além da música
Basta ler qualquer biografia e lá estão, jogados em algumas páginas,  o talento artístico de um astro da música que vai além de sua musicalidade. Muitos, como no caso de ...
Leia mais
Kurt Cobain – 18 anos: E ele jurou que não tinha uma arma… sim, jurou que não tinha uma arma
" "Nenhum pensamento foi planejado Eu sempre soube que as coisas acabariam assim As coisas nunca estiveram tão legais Eu nunca falhei em falhar" Este post era para ter ido ao ar na noite de ...
Leia mais
Os 30 mais sexy do rock – Parte I
Quem diz que os caras do rock são de se jogar fora é porque não entende nada nem de cara e nem de rock. Desde que fiz a lista dos ...
Leia mais
Like a funeral: os 18 anos do “Nirvana – Unplugged in New York”
“Há algo nesta gravação quando você a escuta de novo. Há um tom assustador. Foi como o seu adeus final”… “ele queria mais velas. ‘como um funeral?’ ‘Yeah, como um ...
Leia mais
Existem álbuns e existe Nevermind: os 20 anos do registro mais importante da década de 90
De todos os álbuns que completam 20 anos este ano (e, acredite, a lista é imensa), Nevermind é o mais comemorado, lembrado e agraciado com grandes manifestações sejam elas comerciais, ...
Leia mais
[#Nevermind20] Cobain Unseen, o livro: Nada do que for dito descreve o que se tem em mãos
Quando falei do livro Cobain Unseen aqui no blog, lá em 2008, logo que ele foi lançado, fiz dele um sonho de consumo. Embora nunca o tivesse pego em mãos ...
Leia mais
A princesa do Grunge, Frances, filha de Kurt Cobain, busca seu trono e posa em fotos sensuais
FRANCES BEAN COBAIN NASCEU ás 7h48 da manha no dia 18 de agosto de 1992, no centro médico Cedars-Sinai, em Los Angeles. Quando o médico anunciou que ela parecia estar em excelente ...
Leia mais
On the covers of magazines: Amy Winehouse (1983 – 2011)
"Às vezes não conseguimos salvar uma pessoa dela própria"  Não. Essa frase acima não é de Amy Winehouse e tampouco alguém se referindo à prematura morte da cantora, mas sim, de ...
Leia mais
Fica a Dica – baú de raridades: Nirvana Bootlegs Brasil
  Primeiro vamos esclarecer algo bem importante: bootleg é diferente de pirataria. Pirataria é o ato de fazer e negociar cópias ilegais de material oficialmente disponível. Os materiais contidos nos bootlegs não ...
Leia mais
SatisFASHION: Glamb e Converse lançam modelo de tênis “de oncinha” inspirado em… Kurt Cobain!
Sou fã de Nirvana desde sempre e acho bacana quando a banda mais na contra mão da história serve de inspiração para a moda. No ano passado a C&A lançou ...
Leia mais
Simples distrações que revelam talentos além da música
Kurt Cobain – 18 anos: E ele jurou
Os 30 mais sexy do rock – Parte
Like a funeral: os 18 anos do “Nirvana
Existem álbuns e existe Nevermind: os 20 anos
[#Nevermind20] Cobain Unseen, o livro: Nada do que
A princesa do Grunge, Frances, filha de Kurt
On the covers of magazines: Amy Winehouse (1983
Fica a Dica – baú de raridades: Nirvana
SatisFASHION: Glamb e Converse lançam modelo de tênis

Related Posts with Thumbnails

Share on Tumblr

Cler Oliveira

Cler Oliveira, jornalista, gaúcha, apaixonada por música, sobretudo U2, Bon Jovi e Coldplay. Estudiosa constante de Kurt Cobain. Curte pop rock internacional dos anos 80, 90 e tudo o que agrade os ouvidos depois dos anos 2000. Também redatora no www.mudarock.com.br.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookGoogle PlusYouTube

  • Pingback: Links de Sexta (14/1) | Vida Ordinária

  • Ednan “Mammoth” Pessoa

    Vcs esqueceram 1 música de protesto bem animada também, saiu como trilha de games como Juiced e Need For Speed. Do Every move a Picture,
    Signs of Life.
    http://vagalume.uol.com.br/every-move-a-picture/signs-of-life-traducao.html
    são bem ousados, já que protestam contra a vigilância via satélite.

    Responda este comentário

  • Ro

    Não é sem razão que o Freddie é o meu herói para os momentos de tristeza. Deprimi, ponho o Queen p/ tocar e logo o astral muda!

    Responda este comentário

  • Agnaldo

    Olha, vocês esqueceram das músicas créu, festa no apê, baba baby e tantas outras porcarias que fazem sucesso no Brasil.

    Responda este comentário

  • jose Wilson

    falando dos brasucas isso me lembra das musicas de los hermanos!!!
    o vencedor o titulo sugere que alguem gannhou alguma coisa o foi vitorioso mas a letra de alguem que não da mais bola em lutar por alguem que ama!!! auhauahuhauah

    Responda este comentário

  • http://janelapoderosa.blogspot.com Ric Ramos

    O plágio que o Kaoma fez foi do grupo folclórico boliviano “Kjarkas”.

    Responda este comentário

  • kuru guerreiro

    Faltou “Bohemian Rapsody” do Queen que fala sobre alguém que conta sua vida após ter matado uma pessoa e que está em fuga. A letra diz:
    “Mãe,acabei de matar um homem. Pus a arma na sua cabeça,puxei o meu dedo e agora ele está morto. Mãe, a vida começou agora. Tenho que deixar tudo para trás e encarar a verdade. Mãe, não quis dizer isso para te magoar. Se eu não voltar,suporte isso como se nada importasse.”
    A letra continua na maior agonia enquanto a banda arrebenta no arranjo. A música é tão elaborada, que conheço poucas pessoas que consigam tocá-la. A diaba da música tem cinco tonalidades diferentes e muda de compasso sete vezes(pasmem!). Eu,enquanto músico, não hesito ao dizer que é um hino do Rock’n'roll.

    Responda este comentário

    Caca Reply:

    OTIMO COMENTÁRIO

    Responda este comentário

  • Maureni

    Me lembrei da Beth Carvalho cantando Vou Festejar… Pelo título se pensa que é só alegria, mas a música fala de traição e podemos dizer vingança, a música é completamente dançante!!!!

    Responda este comentário

  • Marcos

    Eu tinha uma amiga que achava a música Luka de Suzanne Vega tão romântica que a escolheu como a música de seu namoro. Quando comentei com o irmão desta minha amiga Luka fala sobre abuso infantil e violência doméstica ele quase caiu ao chão de tanto rir.

    “Um crítico disse (sobre Luka), “A ‘música feliz’ é uma negação metafórica, fazendo esta parecer serena e bela enquanto discute algo terrível e devastador. É um uso maravilhoso da música como uma metáfora de como as vítimas de abuso muitas vezes também negam os abusos, e é um profundo clássico “.”(Obtido da Wikipédia em inglês e traduzi dessa forma)

    Responda este comentário

    Cler Oliveira Reply:

    Essa nem eu sabia. Ótimo comentário.

    Responda este comentário

  • Luiz Fernando Spósito

    Muito legal saber de onde a música nasceu. Aí vai a minha contribuição para esses hits:
    - A música “Gostava tanto de você”, com letra de Luiz Trindade, cantada com tanto swing por Tim Maia, fala, na verdade, da dor sentida pelo Luiz com a morte de uma pessoa querida em sua família, acho que a filha dele “Não sei por que você se foi / Tantas saudades eu senti / e de tristezas vou viver / e aquele adeus, não pude dar…” e por aí vai a letra toda.
    - Erasmo Carlos, o Tremendão, fez uma música após o suicídio de sua esposa na década de 80. “É Preciso saber Viver”: “Quem espera que a vida seja feita de ilusão / Pode até ficar maluco / Ou morrer na solidão / É preciso ter cuidado / Pra mais tarde não sofrer / É preciso saber viver”
    - John Lennon compôs Help! durante uma crise de depressão: “Socorro! Eu preciso de alguém…. qualquer pessoa… quando eu era jovem, bem mais jovem que agora… nunca precisei que as pessoas me ajudasse com qualquer coisa… mas agora esses dias se foram, e eu já não tenho tantas certezas…”
    Abraços a todos
    Luiz Fernando

    Responda este comentário

  • Marcio

    Você esqueceu de I will survive da Gloria Gaynor

    Responda este comentário

  • http://www.alambiquedodiabo.blogspot.com Diogo

    Muito legal o post! Só achei forçado o lance de “Jump” do Van Halen.

    Responda este comentário

  • carlos

    tears in heaven do erick clapton. Muito bonita a musica, q ele escreveu para o filho q havia morrido

    Responda este comentário

  • Saulo

    tem uma musica do Maná(grupo mexicano) que é super dançante e alegre que se chama: Se me olvido otra vez…..e ela fala da história de um cara que canta para a amada que deixou tudo como quando ela estava na cidade, para que ela se sinta bem acolhida e em casa novamente quando ela voltasse de uma viagem, mas ai no final ele fala que acaba de se lembrar que na verdade só ele que a amava platonicamente e ela nunca o quis!!!!

    Responda este comentário

  • Henry

    Outra música que é uma regravação e ficou bem conhecida com o Pearl Jam, é a Last Kiss.
    A letra fala sobre um acidente de carro Onde a namorada no motorista acabou falecendo após a batida.
    E antes de morrer, ela pediu um último beijo.

    Responda este comentário

    Cler Oliveira Reply:

    Esta foi uma que lembrei logo após ter escrito o post. Realmente. seria um ótimo bônus track nesta lista. A letra além de ser triste, ela conta a história completa, sem interrupção de raciocínio. Acho uma das letras mais sensacionais da História e Vedder conseguiu captar bem o espírito dela na interpretação.

    Bem lembrado.

    Responda este comentário

    Pedro Samtps Reply:

    É uma das melhores canções que já ouvi,
    juntamente com Last Kiss também podemos contar outra cantada pelo Pearl Jam.
    Givem to Fly fala de um homem que pode voar e ver toda a miserabilidade humana do alto.
    Bem tocante e de certo modo dançante
    rsrs.

    Ótimo site, vou seguir de agora em diante.

    Responda este comentário

  • Mia

    É isso mesmo!
    Freedie mercury fez esta musica quando já estava com o bichinho da goiaba! triste e bem bolada!!!!

    Responda este comentário

    Camilão Reply:

    Bichinho da goiaba !
    comentário Infeliz

    Responda este comentário

  • Pedro

    Fala sério, essas música nunca me fizeram dançar e com certeza não me fariam chorar…

    Responda este comentário

    jefferson Reply:

    Muito bem observado, Pedro… que seleçãozinha mais pretensiosa e chata…

    Responda este comentário

  • http://www.fishandcandy.blogspot.com/ Angelica Albuquerque

    Bacana.
    Outra também é “Enquanto Durmo”, da Zélia Duncan. A letra ela fez quando estava deprimida. Porém, ao mostrar a letra para o seu parceiro de melodias, ele deu a idéia de fazer um arranjo mais pra cima, mais feliz. E deu no que deu. :)

    Responda este comentário

  • http://projegraph.com.br Ivan Linno

    Boa seleção.
    Mas acho que faltou aí muitas músicas e cips.
    um exemplo: “November Rain” Chuvas de novembro – Guns N’ Roses
    Tambem “Patience”

    aciência

    Uma lágrima pra você, porque eu sinto sua falta
    Eu continuuo bem para sorrir
    Garota, eu penso em você todo dia agora
    Houve um tempo em que eu não tinha certeza
    Mas você acalmou minha mente
    Não há dúvida, você está meu coração agora

    Eu disse: mulher, vá devagar
    E tudo vai ficar certo
    Tudo que precisamos é de um pouco de paciência
    Eu disse: docinho, pegue leve
    E vamos ficar bem juntos
    Tudo que precisamos é de um pouco de paciência (Paciência)……

    Responda este comentário

    Flávia Reply:

    vc entendeu errado a blogueira selecionou musicas tristes e dançantes!
    Essas músicas do Guns ‘n roses são tristes mas não são dançantes nem animadas.

    Responda este comentário

    ROCKER Reply:

    Sem contar que “Paciente” é do Bob Dylan…

    Responda este comentário

  • Rafael

    Little boy era o apelido da bomba lançada em hiroshima, não do avião. Enola Gay era o nome da mãe do piloto do avião, que a homenageou (bela homenagem hein)colocando o nome dela na fuselagem.

    Responda este comentário

  • Julianna

    Lendo, lembrei-me da musica “Flor de Liz” de Djavan, que diz respeito a uma mulher amada que teve uma gestacao complicada e durante o parto nao se salvou ninguem :”Do pe que brotou Maria, nem Margarida nasceu”

    Tambem a musica “Copacabana( at the Copa)” de Barry Manilow é super dancante e ate da pra imaginar o interprete sorrindo enquando canto, no entanto a letra fala sobre o fim de um romance e o quebra quebra num bar, terminando com um tiro e sangue que ninguem sabe quem matou quem…. enfim uma tragedia:

    http://vagalume.uol.com.br/barry-manilow/copacabana-at-the-copa-traducao.html

    Abraços!

    Responda este comentário

  • Julianna

    Lendo, lembrei-me da musica “Flor de Liz” de Djavan, que diz respeito a uma mulher aada que teve uma gestacao complicada e durante o parto nao se salvou ninguem :”Do pe que brotou Maria, nem Margarida nasceu”

    Tambem a musica “Copacabana( at the Copa)” de Barry Manilow é super dancante e ate da pra imaginar o interprete sorrindo enquando canto, no entanto a letra fala sobre o fim de um romance e o quebra quebra num bar, terminando com um tiro e sangue que ninguem sabe quem matou quem…. enfim uma tragedia:

    http://vagalume.uol.com.br/barry-manilow/copacabana-at-the-copa-traducao.html

    Abraços!

    Responda este comentário

  • Ary

    Little Boy não era o nome do avião. Little Boy era o nome da BOMBA.

    Responda este comentário

- web5 - ww8