Início » Bon Jovi

“Você sabe que não é tarde para manter a fé”: Keep the Faith – os 20 anos da grande virada da Bon Jovi


[18 May 2012 | 4 comentários | Cler Oliveira]

Arquivo Pessoal Cler Oliveira

Impossível citar o hard rock, ou melhor, o rock em geral, sem falar pelo menos uma linha ou vários parágrafos da banda Bon Jovi. Formada em Nova Jersey, em 1983, conheci apenas quatro anos depois quando, em 1987, emplacaram uma – a primeira das seis rock ballads que serviriam de tema de novelas da Globo – Mandala. A música? Never Say Goodbye” (alías uma das melhores trilhas de todos os tempos).

Como naquela época a MTV no Brasil ainda era um sonho distante, três anos depois fui conhecer a cara dos pintas que haviam me conquistado quando eu tinha apenas 11 anos de idade. De lá pra cá,assim como U2, Bon Jovi tem um Quartel General do qual eu não me desfaço mesmo tendo 36 anos na cara.

Arquivo pessoal Cler Oliveira (foto analógica que
já passou por diversos processo mas continua firme e forte)

Por que falar de Keep the Faith?

Porque esse, foi, na minha opinião, o álbum mais importante da carreira da banda. Presta atenção: não disse que o melhor, o mais vendido – vendeu “apenas” 12 milhões de cópias, o que não é a melhor marca da banda – e tão pouco o que deva ser o mais aclamado de toda a sua discografia composta de 16 álbuns, mas sim o mais significativo.

Em 3 de novembro de 1992, quando o álbum foi lançado, a banda tinha apenas nove anos de idade. Uma criança que disputava os assentos VIPS da galeria do rock vendendo milhões de álbuns, emplacando um hit atrás do outro (inclusive dois na famosa galeria de Cigarros Hollywood – em uma época em que fumar fazia bem aos ouvidos), e sendo o pioneiro do formato unplugged MTV.

Impossível de imaginar que uma banda com apenas tão pouco tempo de estrada, tanto sucesso, grana e causando um auê por onde passasse, fizesse uma pausa de cinco anos. Esse stand by deixou os verdadeiros fãs apreensivos já que nesse meio tempo, Jon Bon Jovi fez a trilha sonora de Young Guns II – fazendo uma ponta menor que o ponto que encerra essa frase, concorrendo inclusive ao Oscar de Melhor Canção Original. O guitarrista – e, na minha opinião – a alma da banda Richie Sambora, embora mais discreto, também arriscou seu vôo solo com Strange in This Town

Na vida particular tudo ia muito bem. Jon estava prestes a ter sua primeira filha e o restante do bando não tinha do que reclamar. Ricos, jovens, bonitos e famosos. Quando todos pensavam que aquele seria um fim precoce de um ícone do hard rock, eis que renascem mantendo a fé no trabalho e na retribuição dos fãs. Um disco com batidas diferentes a começar pela faixa-título que trazia uma bateria tão ritmada que conseguia expressar toda a energia de voltar à cena musical.

Músicas positivas como I Believe e divertidas como I’ll sleep when I dead, conviviam harmonicamente com as tradicionais rock baladas como a clássica Bed Roses e a que beira a falta de inspiração I want You (mas eu adoro).

 

A temática social aparecia em uma das faixas mais longas e com um dos solos mais virtuosos da História do Hard Rock, Dry Country. E em apenas algumas faixas tínhamos uma banda que redescobriu uma nova forma de fazer o hard rock.

Além da música, o visual da banda mudou. E pra melhor. Jon e Richie abandonaram aqueles guaxinins na cabeça para um corte mais moderno (que – graças a Deus, mantêm até os dias de hoje), por um visual mais clean. A volta também marcou o fim da Era do baixista Alec John Such que, mesmo depois de tantos anos – e uma biografia oficial – a história ficou mal contada. O que se sabe é que seu substituto, Hugh Mcdonald assumiu o instrumento mas nunca oficialmente o seu lugar já que, depois da saída de Such, a Bon Jovi se transformou oficialmente em um quarteto. Por tudo isso e por questões emocionais que você, que curtiu intensamente os anos 90, fã da Bon Jovi pode acrescentar, vale o destaque para Keep The Faith

  

[Review] Aftermath Of The Lowdown – Richie Sambora reinventando o rock n’ roll!
Por Carol Werner Após meses de divulgação na internet, single gratuito para download, campanha para participação no clipe, preview para poucos convidados, vazamento das músicas enlouquecendo os fãs, divulgação de dois ...
Leia mais
[video] Grande estréia da Semana: Richie Sambora – Every Road Leads Home to You
Pois bem... nesta sexta-feira, a versão online do tablóide inglês The Sun, mostrou ao mundo com exclusividade o clipe do primeiro single do terceiro e super aguardado álbum solo do ...
Leia mais
[REVIEW] Rock of Ages – o Filme: Não pare de acreditar!
Por Carol Werner O rock ainda vive e não tem idade! Rock of Ages – o Filme, está aí para provar. Adaptação do clássico espetáculo da Broadway, a produção estreou no ...
Leia mais
Os 30 mais sexy do rock – Parte I
Quem diz que os caras do rock são de se jogar fora é porque não entende nada nem de cara e nem de rock. Desde que fiz a lista dos ...
Leia mais
Chega, Bon Jovi!
Por Chico Pereira Assim. Deixa eu me justificar primeiro. Eu curto Bon Jovi. Sério mesmo. E Bryan Adams. Curto. Sim. Não tenho vergonha. Assim como não tenho vergonha de dizer pra meus ...
Leia mais
11 de setembro: VH1 reapresenta o Concert for New York City na TV e online
O ataque às Torres Gêmeas no dia 11 de setembro, um dos acontecimentos mais marcantes da história da humanidade, completa 10 anos. No dia 20 de outubro daquele mesmo ano, ...
Leia mais
Por que Bon Jovi foi a performance mais marcante da história do MTV Video Music Award
"À tarde, eu e Richie tentávamos escolher as músicas (…) perguntamos aos lanterninhas o que eles gostariam de ouvir (…) Não sabíamos que este seria o começo dessa série de ...
Leia mais
Fãs de Bon Jovi não deixam barato e obrigam mudança em comercial de TV
Dois segundos infelizes num comercial de meio minuto serviram para enfurecer os fãs português da Bon Jovi. É que, segundo a publicação portuguesa Blitz, a Zon Multimidia, empresa lusitana do ...
Leia mais
Rapidinhas: Ajude a montar o setlist do show da Bon Jovi no Youtube
Rezem para a Nossa Senhora da Boa Conexão porque, para fãs  do mundo inteiro que, como eu não tiveram a oportunidade de ver ao vivo um show da The Circle ...
Leia mais
Greatest Hits Bon Jovi – The Ultimate Collection: O indispensável “mais do mesmo”
Capa lindona para embalar mais do mesmo Oficialmente a coletânea Greatest Hits Bon Jovi - The Ultimate Collection só estará disponível nas prateleiras das melhores e piores lojas do ramo do ...
Leia mais
[Review] Aftermath Of The Lowdown – Richie Sambora
[video] Grande estréia da Semana: Richie Sambora –
[REVIEW] Rock of Ages – o Filme: Não
Os 30 mais sexy do rock – Parte
Chega, Bon Jovi!
11 de setembro: VH1 reapresenta o Concert for
Por que Bon Jovi foi a performance mais
Fãs de Bon Jovi não deixam barato e
Rapidinhas: Ajude a montar o setlist do show
Greatest Hits Bon Jovi – The Ultimate Collection:

Related Posts with Thumbnails

Share on Tumblr

Cler Oliveira

Cler Oliveira, jornalista, gaúcha, apaixonada por música. Curte pop rock internacional dos anos 80, 90 e tudo o que agrade os ouvidos depois dos anos 2000.

More Posts - Website

Follow Me:
TwitterFacebookGoogle PlusYouTube

  • Cíntia

    Quando eu virei fã do Bon Jovi, o Keep The Faith era um dos meus CDs preferidos porque o som era mais palatável, não sei se porque era sob medida pra minha idade na época (13) ou porque tinha uma sonoridade familiar, parecida com outros artistas / bandas dos anos 90. Aliás, pelo que eu lembro de ter lido na época, rolou uma pausa estratégica pra dar aquela repaginada total mesmo! (Me corrija se eu estiver errada: muitas bandas de hard rock ou estilos parecidos não sobreviveram aos anos 90, certo?) E a partir daí houve uma preocupação clara e constante de se adaptar ao público pra manter as vendas, até chegar a essa banda chata que vive do passado. Não importa se eles nunca foram inovadores, sempre fizeram “rock comercial” e tal, o Bon Jovi e principalmente o Ritchie têm sua importância na história do pop rock e é uma pena ver o que sobrou.

    Feito o desabafo (rs) digo que foi maravilhoso ler seu texto e lembrar como eu amava esse CD, principalmente “I believe” “I’ll sleep when I’m dead” e “In these arms”. Você podia escrever sobre outros CDs também, New Jersey, These Days, os solos…

    Responda este comentário

    Cler Oliveira Reply:

    Hoje que eu vi que não entrou o que eu havia escrito sobre seu comentário… sempre fico lisonjeada quando vejo que os fãs da BJ curtiram o texto porque, embora eu tenha um estilo, sempre me preocupo com o feedback. Houve um texto que escrevi sobre BJ que quase me fez abandonar o blog… essa volta ao passado é deliciosa pra mim também… só assim vemos que o tempo passa. These Days are fast, nothing last…

    Responda este comentário

  • http://hitnarede.com Cler Oliveira

    Era meu quarto… espalhei tudo na cama e fotografei… isso em 1998 (pelo JBJ de 1,90 na foto). Depois a coleçao aumentou um pouquinho mas se restringiu a DVDs e CDs apenas…ah, e a biografia dos 25 anos… o restante dá preguiça. Tudo isso está numa caixa a qual dou uma limpada de vez em quando :) Adoro seus comentários pois eles sempre complementam o meu raciocínio textual em relação à Bon Jovi… In these arns foi algo que realmente faltou comentar… é fantástica. E tem a curiosidade de ter a parceria de David Bryan que a regravou no piano em seu solo… acredito que do jeito que ele queria que tivesse ficado caso os demais compositores tivssem concordado…

    Responda este comentário

  • http://hitnarede.com Cler Oliveira

    Fico feliz pra caramba de ler isso… ainda mais vindo de alguém que começou a conhecer a banda recentemente. Nesses quase 30 anos de banda nem tudo foi bacana… mas com certeza teve mais acertos que erros. Adoro escrever sobre eles e já fui muito xingada por critica-los também.. mas sempre serão especiais. Valeu. Um conselho: ouça a coletânea Crossroad e o solo de Ritchie Sambora Undiscovered Soul. Ótimos.

    Responda este comentário

- web5 - ww8